Música Ambiente para Lojas: 10 playlists para aumentar as vendas

 

 

Temos um bônus antes de começar esse texto: 

As músicas mais ouvidas (e amadas) dos nossos clientes

 

Se você está buscando uma playlist de música ambiente para animar sua loja e aumentar suas vendas, pode se inspirar nesta playlist que criamos com a seleção de músicas mais curtidas pelos nossos clientes.

 

No final dese texto, você encontra 10 playlists criadas pelo nosso time de curadoria musical para marcas. 

 

• • •  

Agora vamos lá:

De que forma a música ambiente impacta nas vendas de uma loja? 

 

Em tempos de e-commerce e aplicativos de delivery como Rappi, por exemplo, sair de casa tem que ser algo você quer fazer, e não simplesmente algo que precisa fazer.

 

É preciso entregar mais do que um bom produto para fazer as pessoas enfrentarem trânsito e filas para chegar em uma loja, um supermercado ou um restaurante.

 

Nesse cenário, a música pode ajudar na construção de uma experiência diferenciada de consumo, mas ainda é algo que poucas marcas valorizam.

 

Peguemos uma marca de moda como exemplo. Quando se trata de criar uma experiência, muitas delas costumam prestar atenção (e gastar muito dinheiro) em tudo que é visual, como luzes, decoração e vitrine. E com razão: os elementos visuais são a cara da loja.

 

Porém, o problema normalmente está onde não se presta atenção.

 

Se os elementos visuais são a cara da loja, a música é a voz. Muito mais do que apenas entretenimento para os clientes — é o tom e a alma da marca que faz com que os consumidores saibam de quem realmente estão comprando.

 

Diferentes tipos de ambiente enviam sinais que afetam o estado emocional dos indivíduos, fazendo com que os consumidores se afastem ou se aproximem de determinado lugar.

 

As respostas emocionais das pessoas às diferentes sensações que o ambiente emite têm influência na decisão de compra — e a música tem um papel muito importante na hora de criar essas sensações.

 

Mas não existe “a música ideal”: a trilha sonora perfeita é, na verdade, aquela que leva o consumidor a fazer o que você gostaria que ele fizesse.

 

 

• • • 

 

10 Playlists de Música Ambiente para Lojas

 

Para inspirar você e aumentar suas vendas, nosso time de curadoria musical criou uma série de playlists para lojas de diferentes segmentos com base nas músicas mais tocadas no ponto de venda dos nossos clientes:

 

 

Playlist de Música Ambiente para Loja de Moda

 

Playlist de Música Ambiente para Loja Infantil 

 

Playlist de Música Ambiente para Loja Esportiva

 

Playlist de Música Ambiente para Loja de Moda Jovem

 

Playlist de Música Ambiente para Loja de Moda Feminina

 

Playlist de MBP Para Música Ambiente de Loja

 

Playlist de Música Ambiente para Loja Moda Praia

 

Playlist de Música Ambiente para Loja Streetwear

 

Playlist de Música Ambiente para Grandes Redes de Lojas

• • • 

 

3 fatores para criar a playlist perfeita

 

Na hora de escolher a trilha sonora dos nossos clientes, existem 3 fatores que sempre levamos em consideração para criar experiências únicas e marcantes.

 

 

1) BPM e volume da música pode influenciar no tempo de permanência do cliente na loja.

 

O BPM de uma música, velocidade medida em batidas por minuto, pode influenciar o quão rápido os consumidores andam pela loja.

 

Muitos estudos mostram que uma música mais lenta faz com que as pessoas fiquem mais tempo dentro da loja, circulando com mais calma, o que consequentemente faz com que elas acabem comprando mais.

 

Ao invés de comprar só o que procuravam e sair o mais rápido possível, ficando mais tempo na loja muitos clientes fazem compras extras que não estavam planejadas.

 

Mas nem sempre o fato de um cliente passar um tempão no seu estabelecimento vai ser algo positivo.

 

No caso de uma loja cheia, em horário de pico, por exemplo, o ideal é que as pessoas escolham logo o que querem, circulando o mais rápido possível para que a fila ande e se venda mais.

 

Agora, durante a tarde, essa mesma loja pode querer que o cliente fique mais tempo ali dentro, se sinta bem a vontade ouvindo uma música mais calma e assim acabe consumindo mais.

 

Tudo depende do que você quer para sua loja e o que espera do seu cliente. Levando isso em consideração, sempre pensamos as playlists de acordo com o momento do dia e com o fluxo de pessoas na loja dos nossos clientes.

 

Para ter uma ideia do que estamos falando, apresentamos abaixo as playlists que criamos para a Casa Mind, criando uma experiência diferente de acordo com cada momento do dia e com o fluxo dos clientes na loja:

 

• • • 

 

2) A familiaridade com a música que toca afeta a percepção de tempo.

 

Além de fazer com que um cliente passe mais ou menos tempo dentro da loja, a trilha tem o poder de influenciar na percepção de tempo desse cliente, ou seja, de fazer ele sentir que o tempo passou super rápido ou muito lentamente.

 

Yalch and Spangenberg (1990) conduziram um estudo onde compararam uma trilha baseada em música pop (uma lista das 40 mais tocadas naquele momento) com uma outra baseada em música instrumental bem calma.

 

Através de questionários entregues para os clientes que saiam da loja, os resultados mostraram diferenças significativas na percepção de tempo de diferentes grupos de clientes. As pessoas abaixo de 25 anos sentiram que haviam passado mais tempo na loja enquanto tocava música instrumental, ao mesmo tempo que os clientes de mais idade tiveram a percepção de passar mais tempo na loja quando tocava música pop.

 

Uma das interpretações é que a percepção de tempo está relacionada com o fato de o consumidor estar ou não familiarizado com determinado tipo de música: quando não está, o tempo parece passar mais lentamente, enquanto uma música familiar faz parecer que o tempo passou voando.

 

• • • 

 

3) Gosto musical reflete personalidade / estilo de vida

 

É comum acharmos que as preferências musicais revelam algo sobre a personalidade humana. As pessoas usam música para transmitir informações sobre si mesmas para outros, mas também para ler informações dos outros.

 

Essa grande importância dada ao gosto e às preferências musicais significa que as marcas podem alcançar seu público através da sua própria identidade musical, fazendo com que isso seja parte importante do seu branding.

 

• • • 

Em um momento onde as lojas se tornam cada vez mais comoditizadas, criar uma forte conexão através da identidade musical pode ser o diferencial para que o cliente se sinta representado por aquela marca e escolha em que loja comprar.

• • • 

 

Muitos estudos indicam que esse aspecto da conexão através da identidade musical oferece um grande potencial de retorno para todos os tipos de negócio.

 

Mas como conectar a identidade da marca com a trilha sonora? Nós desenvolvemos uma metodologia de Music Branding que envolve 3 momentos: pesquisa, co-criação e imersão no cenário musical da marca.

 

Dessa forma, temos uma visão 360º do universo da marca e entregamos uma estratégia de music branding muito mais completa. Você pode conhecer mais a sobre a nossa metodologia nesse texto aqui.

 

• • • 

 

Mas vale lembrar: a música não está sozinha.

 

A atmosfera de uma loja não pode ser entendida somente através de sentidos isolados.

 

Um dos problemas encontrados para mensurar sensações é que os sentidos são interligados e podem influenciar um ao outro durante os estudos. Ou seja, o efeito da música na loja depende também dos outros estímulos sensoriais que estão afetando o consumidor, como, por exemplo, as cores, a luz e o aroma.

 

O ideal é garantir que a música represente e se conecte com a identidade da marca, combinando bem com todos os outros pontos de contato para criar uma experiência de compra inesquecível.

 

 

Há 7 anos criando projetos de music branding e curadoria musical para lojas e ajudando marcas a oferecem uma experiência de compra mais emocionante, a gente conhece bem o poder que a música tem.

 

Quer uma playlist de música ambiente para sua marca? É só clicar aqui para falar com nosso time :)