Bananas Music Branding

Música para marcas infantis: como envolver as crianças na experiência de loja

 

 

Em geral, crianças até os 8 anos de idade ainda não desenvolveram habilidades cognitivas suficientes para entender a intenção persuasiva de mensagens de marketing como os adultos.

 

Sendo assim, a música utilizada nas estratégias de music branding para marcas infantis se apresenta como uma ferramenta de envolvimento e entretenimento, e consegue alcançar esse público que ainda não responde e nem faz questão do marketing tradicional.

 

Neste texto, explicamos como a trilha sonora para marcas infantis pode aumentar as vendas e também o brand awareness, tanto entre as crianças quanto adultos

 

Music Branding para crianças: como funciona?

 

Music branding pode ser definido como uma estratégia de marketing sensorial que usa a música para traduzir em experiência as associações e atributos presentes na identidade da marca.

 

Isso porque a música é capaz de provocar diversas sensações nas pessoas e, assim, criar vínculos emocionais entre marcas e consumidores. 

 

Quando se trata de um público infantil, na hora de criar a trilha sonora, levamos em consideração as sensações e emoções que os baixinhos sentem e gostam. Consideramos, acima de tudo, o bem estar e a familiaridade das crianças que entrarão em contato com as músicas escolhidas.

 

E isso não significa tocar “Galinha Pintadinha” o dia inteiro só porque é música infantil.

 

Escrevemos já sobre isso em nossos cases da Bibi Calçados e Mini Melissa, marcas que entenderam a importância do music branding também para lojas de moda infantil.

 

4 dicas para usar a música como relacionamento com as crianças

 

1. Trilha sonora para loja infantil que aumenta as vendas

 

Como falamos, as crianças não estão preocupadas com preço ou qualidade dos produtos, essas decisões ficam para os adultos.

 

A criança está buscando se divertir e experimentar. Por isso, ela estar feliz ou incomodada é o que vai definir ficar mais tempo na loja  ou querer ir embora do lugar. Logo, as sensações de alegria e bem estar em um ambiente podem definir o tempo dentro da loja, o ticket médio da compra e o nível de satisfação com a marca.

 

Para criar esse vínculo com a criança, é preciso cuidar para que a música ambiente para lojas infantis seja um canal para gerar sensações agradáveis. E isso vai desde o volume do som até a seleção musical.

 

Nossos estudos de Music Branding para marcas infantis levam em consideração não apenas o perfil do consumidor, mas todo o contexto social e cultural que está envolvido no entorno. Alguns exemplos são: 

 

  • * quem são os artistas que estão conversando com o público infantil?

  • * que músicas estão na trilha sonora dos últimos filmes lançados?

  • * quais os principais desenhos animados do momento?

  • * o que tem tocado nos programas infantis na TV e na internet?

 

Se você busca uma curadoria musical especializada e personalizada para sua marca infantil, clique aqui.

 

2. Playlists no Spotify e Youtube para acompanhar os baixinhos e gerar lembrança de marca

 

A música ambiente é o primeiro de quatro níveis de estratégias de music branding que podemos criar para marcas. Portanto, podemos ir além de pensar uma trilha sonora para loja infantil. 

 

A marca pode estar mais presente no dia a dia das crianças através da música, criando playlists no Spotify que expressem aquele mesmo sentimento de bem estar que ela tem quando está na loja física.

 

Imagina a criança pedindo para os pais a levarem na loja que toca a música que ela gosta de ouvir em casa. Music Branding é sobre gerar lembrança de marca tanto para crianças quanto para os pais, dentro e fora do PDV.

 

Além disso, para negócios exclusivamente digitais, as playlists de marca no Spotify e no Youtube caracterizam sempre um outro ponto de contato e relacionamento com os clientes, quer sejam crianças ou adultos.

 

 

3. Ganhando também a confiança dos pais

 

Todo pai e mãe gosta de ver seus filhos alegres. Considerando que, em geral, a decisão de  compra fica à critério dos pais, é muito importante agradar também os adultos.

 

Trilhas sonoras que geram sensação de conforto e felicidade para as crianças, na loja ou em casa, certamente estimulam uma relação de fidelidade entre a marca e os adultos responsáveis pelo pequeno consumidor.

 

4. Playlists de música para crianças: não é só música infantil

 

A curadoria musical entra nesse contexto com um fator primordial, já que não é qualquer música que vai alcançar o objetivo de criar laços emocionais com os clientes.

 

É importante cuidar para que não haja conteúdo explícito nas músicas voltadas para o público infantil. Os curadores musicais são responsáveis por considerar esses filtros.

 

Porém, muitas músicas pop cumprem bem o papel por fazerem parte do hábito musical da criança na Internet, e podem ser acrescentadas na lista para diversificar o conteúdo, gerar identificação e permitir uma playlist com mais horas de duração e, portanto, menos cansativa.

 

Para você se inspirar, trouxemos a nossa playlist de músicas para lojas de moda infantil.

 


 

 

Se você quiser uma playlist personalizada para o seu negócio, entre em contato com a gente. Com certeza podemos te ajudar.

 

 

Nosso site usa cookies e dados pessoais para melhorar a navegação. Aceito os Termos de Uso e Política de Privacidade.